16 janeiro 2011

Telefonia celular e TV a cabo... Tente falar com essas empresas por telefone!


O avanço da tecnologia serve cada vez mais para nos proporcionar facilidades e rapidez em tudo o que precisamos. Atendimento eletrônico nos bancos, pagamentos de contas e consultas de saldos... Tudo via internet. Uma maravilha só.
As companhias telefônicas e operadoras de telefonia celular têm até atendimento, acreditem, por telefone. Parece incrível, mas não se espantem, é bom quando funciona. Quem já tentou resolver um problema por telefone com a Claro, com a Tim, Net, Vivo, com a Sky ou qualquer outra, sabe o que eu digo.
É simplesmente algo feito para que você queira sumir do mapa eternamente ou tente o suicídio (meu medo é a difusão da coisa, todo mundo tem celular e um caso de suicídio coletivo é muito sério)... Você acaba jurando por Deus que nunca, mas nunca mais você liga para um atendimento desses. Não recomendo a cardíacos esse tipo de atividade.
Mas não adianta muito essa decisão sábia, porque se você não liga, pasmem, eles te ligam, te acham, te perseguem.
Quero acreditar que os profissionais de telemarketing são gente como a gente. Que pensam, raciocinam, decidem coisas, resolvem problemas, respiram, vão ao banheiro e coisas assim. Mas não, eles são automatizados e não sabem onde estão e nem o que estão fazendo, parece. São o cúmulo da incapacidade total elevada ao cubo e somada com algum número próximo ao infinito, se é que não estou minimizando a coisa.
Outro dia, não eram 8 horas da manhã, toca o meu celular. -Alô! (eu disse com a voz meio pastosa ainda). -O Sr. Renato Baptista, por favor, disse a moça. -Sou eu, disse eu... seria quem se aquele número de celular era o meu¿
-Senhor, eu sou a fulana da Tim e estou ligando para passar algumas informações, mas para que isso possa ser feito é necessário que o Senhor confirme alguns dados, pode ser¿
- O que você quer¿, respondi cheio de sono. – Confirme o seu R.G... agora o seu CPF... O seu endereço, por favor... o seu número de celular com o código de área... E como lembrar tudo isso a essa hora da manhã¿ Mas vamos lá.
E saibam que eu até estava respondendo, mas ela estava me tirando, só podia ser. Nisso perguntei se ela não podia dizer o que ela queria de uma vez porque a paciência estava se esgotando. Quem queria passar a informação era ela, não fui eu que liguei e nem pedi nada e estava sendo sabatinado antes de escovar os dentes.
Bom, depois da arguição e de ela ter certeza absoluta de que eu era eu mesmo (só faltou ela pedir para que eu ligasse a cam, o que não daria certo porque eu estava de pijama e descabelado ainda), ela me pediu que eu esperasse um momento.
Engraçado que o momento dessa gente é diferente do nosso. Mesmo! Um minuto deles representa uma semana para nós, porque nós temos o que fazer e eles não têm o que fazer da vida definitivamente.
Pois bem, ela volta e me solta a seguinte pérola: - Senhor, consta no nosso sistema que o senhor não tem débito com a Tim e sua fatura do mês tal está em dia, e o vencimento da próxima fatura será dia 23 deste mês.
Agora, dá para acreditar nisso¿ É possível e razoável uma coisa dessas¿ Eu respondi até que calmamente que era claro que estava em dia, pois eu tinha feito o pagamento e não precisaria nunca que ela me contasse o que eu mesmo fiz.
Mas ela não se deu por vencida e emendou: - Senhor, o senhor gostaria de parcelar a próxima fatura¿ Juro que essa eu não respondi, eu a mandei passear e em vingança solene ao que já me fizeram milhões de vezes nesses atendimentos, desliguei o telefone na cara dela.
É o seguinte, não é pessoal da empresa de telefonia que faz dessas traquinagens, como diria o meu avô. São empresas terceirizadas que recebem comissão por assunto resolvido em termos de pagamentos, e então fazem o impossível para colocar as pessoas no paredão e atirarem sem dó nem piedade. E tem quem caia, infelizmente porque naquela hora da manhã são poucos os que estão sóbrios e consigam raciocinar.
Falando em parcelamento de fatura, lembrei que minha fatura da TV a cabo veio errada... Amigos, não queira que isso aconteça com você. Reze para que esteja tudo certo todo mês ou façam vista grossa e paguem o que consta lá, porque reclamar disso com essa gente é o mesmo que tentar convencer o diabo de que você merece ir para o céu.
Noutro dia eu liguei para a Net, TV e internet a cabo, para acusar o valor de uma fatura que veio errado. Muito bem, atende a secretária eletrônica que te passa um número de protocolo monstruoso (e anote, depois digo o porquê) e depois começa com aquele menu de arrancar os cabelos... -para isso, digite 2, para aquilo, 3 e assim vai até o 8. No fim ela diz: - Se quiser falar com um dos nossos atendentes, digite 9. Aí é teclar e rezar, porque a previsão de espera é um número estapafúrdio que te desanima de cara, mas o jeito é esperar.
Pronto, atendeu do outro lado, mas não era o atendente, era outro recado gravado que dizia: -Vamos direcionar o seu atendimento. Se o seu assunto é tal, tecle 1, se é outro lá, tecle 2, se é num sei qual, tecle 3, e você querendo jogar o telefone pela janela... e se o assunto não for nenhum desses, tecle 9 que o nosso atendente irá ajudá-lo. Olha aqui, depois de quase 15 minutos nessa coisa de tecla isso e aquilo, você chega num ponto em que não pode mais desligar e é bom que o tal atendente atenda mesmo para que não haja nenhum homicídio.
Bem, a previsão de espera era de 6 minutos, o que representa na verdade 6 semanas no mundo real. Mas esperei, esperei, e de repente atendem lá do outro lado do buraco negro. – Meu nome é tal e sou do atendimento Net (seria de onde¿), em que posso ajudá-lo¿ Ela queria me ajudar, pode isso¿ Afinal eu pago tudo aquilo, inclusive parte do salário dela. Expliquei o meu caso todo com detalhes e tal, e ela me pediu que esperasse uns minutos (rs).


( O espaço mostra o quanto aquela condenada demorou)
Volta ela e me diz que o sistema dela não podia resolver esse tipo de problema e que ela ia me direcionar para outro departamento para que houvesse solução. Ou seja, ela não sabia resolver porque nem fazia idéia do que eu havia solicitado, lógico. Mas dava para ver no vento a expressão de ignorância da moça, mas isso é melhor deixar para lá, senão serei processado e acusado de alguma coisa muito ruim. Talvez de ser um consumidor idiota/ passivo, o que juro perante a lei que não é verdade.
Ela me direcionou para outro ramal que chamou, chamou e eu já achava que tinha dado água a minha tentativa, porque eles fazem isso de propósito para que o consumidor desista e pague o valor errado mesmo.
Só que pasmem, atenderam! Era uma mulher que falava alto, ria, contava um monte de histórias, mas não estava falando comigo, pois eu dizigritava: - Alô!... E ela não respondia e continuava a falar com a amiga do lado, ou sei lá com que tipo de ser que existe nesses lugares... replicantes, talvez.
Eu lá desesperado para me fazer ouvir e adivinhem o que aconteceu. Depois de uns 30 segundos a mulher desligou na minha cara. Ou seja, todo aquele tecla-tecla, e tempo, e saco e a mulher desliga bem no meio da minha cara. É duro para uma cara quando desligam um telefone no meio dela.
É assim, você se sente o “palhaço”, o “idiota total”, um “trouxa de dar pena”, e não tem o que fazer. Vai reclamar com quem sobre isso¿
Minha vontade era pegar essa mulher, sentá-la numa cadeira e ir enfiando o dedo no olho dela aos poucos, mas inteiro, até encontrar o cérebro, e quando chegasse lá, rodar o dedo amplamente até misturar tudo o que tem lá dentro. Se é que tem, ou melhor, tem. Está cheio!
Então é assim, não temos saída, estamos expostos a essa radiação maligna que são os atendimentos por telefone. Ainda bem que isso não contamina, ou melhor, contamina sim, porque hoje quando ligam de bancos ou de companhia de telefonia eu peço para esperar um minuto e... Desligo no meio da cara deles antes que façam comigo a mesma coisa. É o poder simples e doce da vingança em conjunto com o instinto de auto-preservação, porque quem fica nervoso é quem está do outro lado da linha e não eu.
Para terminar, falo dos assuntos que você tenta resolver pela internet. Aquele formulário monstro. Meia hora escrevendo e procurando número de documentos... rezando para não acabar a luz e quando você acaba, e revê tudo, clica no ENVIAR, e adivinha... o botão não funciona. O troço não funciona!!! Está travado e você perdeu um baita tempo enorme e sabe que terá que recarregar a página e começar tudo de novo, ou seja, vai ficar para amanhã ou para nunca mais. Mas pelo menos o negócio não diz a você que a conversa poderá ser gravada e pergunta se você concorda. (rsrsrsrs, tenho que rir, desculpem-me). Como assim¿ O negócio “pode” ser gravado, então eu vou ter que concordar com algo que eu não sei se vai ou não vai¿ Eles só podem estar brincando. E tem mais, só gravam se for para provar que eles têm razão judicialmente. Experimente você ter a razão para ver se foi gravado. Conversa para boi dormir mesmo, engana-trouxa. E os menos avisados acham que eles são super-profissionais tendo um serviço desses.
Agora, se você quiser rir de verdade, ligue para o atendimento eletrônico da Sky, TV por assinatura. A voz da gravação que atende você é de uma moça que no mínimo, mas no mínimo mesmo, cheirou gás hilariante, ou deram alguma injeção nela de sei lá o que, ou então ela acabou de passar a noite com o Brad Pitt momentos antes da gravação.
Divirta-se!

Terminando agora e deixando uma dica infalível. Existe um antídoto contra as companhias telefônicas que é exemplar. Anote o tal número do protocolo e diga, caso seu assunto fique nessa loucura toda e sem solução, que você vai reclamar para a ANATEL (eles vão te pedir o número do protocolo na Anatel caso você ligue lá).
Olha, é tiro e queda, é o mesmo que jogar alho em vampiro porque eles se pelam de medo de que você faça isso.
Sabe aquela sensação de que parece que tiram a sua dor com a mão¿ É o que acontece, porque eles correm, entram em contato, se viram e têm 3 dias para apresentar a solução.
Você se sente gente, você se sente vivo... Acredite!

Renato Baptista

4 comentários:

Ingrid disse...

É isso renato..
não é a toa que existem muitas reclamações das reclamações... rsrs..
mas, vamos en frente!
beijos.

Beki Bassan disse...

Meu amigo, estou as gargalhadas aqui pois você escreveu tudo certinho como ocorre. É para desistir mesmo. Agora existe uma instrução que vc tem que ser atendido num prazo de 1 min. então
o que eles fazem te dão o nº do protocolo e te deixam mais de 10 min. na linha. É de perder a paciencia mas eu coloco no viva voz
e deixo. Vem o primeiro e te pede esta quantidade de informações e depois dizem que vão passar para outra área. Agora até para Tim ligo do fixo para não desistir.
Mas Renato, agora qdo. eles ligam
e falam como vc mesmo disse pedindo informações a nosso respeito eu não dou mais, sei lá quem é!Agora primeiro peço nome completo e o CPF da pessoa e sabe o
que acontece eles não dão e desligam a ligação.
Agora qdo. é alguma coisa que não tenho pressa eu mando e-mail e a resposta vem rápido.
Mas você é demais não faltou nada
é isto mesmo que ocorre.
Valeu pois me fez rir muito.
Este texto não posso deixar de compartilhar com meus amigos. Vou dar o nome do seu blog e o título
pois certamente irão se deliciar com o nosso infortúnio.
Um gde. Abraço,
Beki

Kássia Reis disse...

Apesar de toda essa ANGÚSTIA eu to morrendo de rir aqui. Seu texto está impecável!! Duvido que qualquer um que leia o que você escreveu não tenha passado por isso. E vc tem razão, devem ser replicantes do outro da linha...kkkkkkkkkkkkk.. Genial, meu amigo! Genial!!

Personal Angel disse...

RENATO QUERIDO...
Vc me fez rir muito pq já passei por tudo isso, claro que com muito menos paciencia que vc..
Fantástico seu texto que nos faz rir e pensar nos abusos diários por que passamos...
gosto do seu estilo literário amigo...prende a atenção até o fim...
Abreaços
GILDA